DNA Colaborativa.

Home > DNA Colaborativa

Como fazemos

Na Colaborativa, a rotina é garantir que nenhum projeto ganhe forma antes das diversas análises, estudos e perfeita compreensão da situação atual do problema no mercado. Assim, dentro do modelo Full Funnel, todo o processo sempre se inicia no B.I. (Business Intelligence), para estudos primários e secundários, eventualmente com o uso de nossas ferramentas exclusivas de pesquisas.

Só depois, flui para as demais áreas que compõem o modelo de funil de marketing e funil de vendas,  a área de Telling e a área de Canais, que, na troca, ficam mais embasadas para soluções, além de criativas, mais acertadas para resultados positivos, sejam eles advindos de qualquer objetivo.

Business
Intelligence

Um novo modelo de desenvolver e distribuir o conhecimento que antecede o planejamento, momento início da equipe Colaborativa, mantendo a informação girando entre todos os participantes, gerando muito mais efetividade entre os objetivos de nossos clientes e seus públicos, para resultados mais ágeis, práticos e eficientes.

research

Ferramentas próprias de pesquisa

Nos orgulhamos de possuir ferramentas de pesquisas criadas por nosso B.I. exclusivamente para uso de nossa empresa/clientes. São nove instrumentos aplicados pela própria área, com mais agilidade, modernidade e eficiência.

data-1

Big Data

Os estudos no campo de Big Data são totalmente necessários para entendermos as motivações ou bloqueios do consumidor em questão com a máxima exatidão.

process-1

Design Thinking

Desenvolvemos as dinâmicas internamente, por meio da nossa Header de B.I. e antropóloga com estudos em Neurociência, como forma de aprimorar o engajamento de todos, inclusive, em muitos casos, dos próprios consumidores. Inclusão de todas as pontas no processo = acerto.

strategy-1

Planejamento
estratégico

O planejamento, emitido após todo o processo anterior, traz a garantia de entrega de uma análise (cenário) e uma estratégia com 95% de acerto e viáveis para implementação.

Telling

Através do B.I., o departamento define todos os guides de conceitos a serem adotados em toda a comunicação, desde um posicionamento a um planejamento de editoria, passando pelo Key Visual de toda a campanha.

light-bulb

Conceito Criativo

A narrativa que dará propósito e direção a qualquer ação de marketing e promoção da marca.

social-media-1

Estratégias de
content marketing

Produção e gerenciamento de conteúdo para social media com o objetivo de atrair, persuadir e engajar a audiência.

video-camera

Produção de
áudio visual

Produção de conteúdo in loco garante muitas vezes a eficácia numa estratégia que precisa de agilidade e baixo custo.

eye

Tecnologia
———-

Ativações inovadoras. A Internet das Coisas e tudo o que a tecnologia pode proporcionar com o objetivo de trazer experiências únicas e voltagem de valor para a marca.

Canais

A partir dos estudos primários e secundários do B.I. e da definição do storytelling e seus desdobramentos, a área estuda, de forma analítica, todos os possíveis canais para o escoamento acertado daquela criação/conteúdo. A visão é toda baseada na busca e na justificativa do melhor ROI possível para o investimento do cliente.

document

Planejamentos de
mídia on/offline

Estabelecer uma estratégia multiplataforma que integre as novas e as tradicionais mídias, produzindo conversão.

money-1

Ativação e
administração de
canais de mídia

Integrar canais de mídia para atingir as pessoas, transformando-as em clientes/leads e fãs.

flyers

Ações
promocionais

Iniciativas diferenciadas para melhorar os resultados e ampliar a experiência do público-alvo com a marca no chamado esforço dirigido.

investment

Análise métricas
e geração de
relatórios

Analisar e compilar dados relativos aos engajamentos que indiquem quais os resultados de comportamento e de consumo obtivemos no conjunto de áreas. Métrica de valor preciso.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar